Carregando...
JusBrasil - Notícias
22 de outubro de 2014

Justiça Eleitoral amplia biometria na capital e Grande São Paulo

Publicado por Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (extraído pelo JusBrasil) - 1 ano atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

Com o objetivo de consolidar gradativamente o cadastro do município de São Paulo com as digitais dos eleitores, o Tribunal Eleitoral de São Paulo (TRE/SP) estendeu para todas as 58 zonas eleitorais do município o serviço, ainda não obrigatório, de coleta dos dados biométricos. Até o ano passado, apenas 14 ZEs participavam.

Desde janeiro, os mais de 49 mil eleitores que compareceram espontaneamente aos cartórios eleitorais da capital e ao Poupatempo de Santo Amaro tiveram suas digitais e fotografias captadas. O Poupatempo de Santo Amaro (Rua Amador Bueno, 176 - próximo ao Largo 13 de Maio aberto de 2ª a 6ª feira, das 7 às 18 horas, e aos sábados, das 7 às 13 horas) atende apenas os eleitores da zona sul.

Os municípios de Guarulhos, Osasco e São Bernardo do Campo também participam da nova fase do projeto Biometria. As vinte zonas eleitorais desses municípios iniciaram a captação biométrica em fevereiro e atenderam quase 6 mil eleitores.

Documentos

O eleitor da capital, Guarulhos, Osasco e São Bernardo do Campo que já possui inscrição eleitoral e quer fazer o recadastramento biométrico deve comparecer à sua zona eleitoral levando, além do título, documento de identificação, comprovante de endereço recente e, se for o caso, documento comprobatório de alterações de dados pessoais (Ex. certidão de casamento, homologação de separação, sentença judicial, etc).

Quem ainda não tem o título deve comparecer ao cartório com documento de identificação (a carteira de habilitação e o novo modelo de passaporte não são válidos como documento de identificação para o alistamento eleitoral), comprovante de endereço recente e, para os homens entre 18 e 45 anos, comprovante de quitação do serviço militar. O alistamento eleitoral é obrigatório para quem tem entre 18 e 70 anos e facultativo para os maiores de 16 e menores de 18, para os analfabetos e para quem tem mais de 70 anos.

Os endereços das zonas eleitorais e outras informações podem ser consultadas no site do TRE/SP ( www.tre-sp.jus.br ), onde também é possível fazer o pré-atendimento (Título Net) para agilizar o serviço.

O recadastramento do eleitor - da capital e dos três municípios da Grande São Paulo - que possui título mas não tem os dados biométricos captados não é obrigatório. A Justiça Eleitoral recomenda, no entanto, que o cidadão aproveite a oportunidade para evitar transtornos com filas no futuro quando o recadastramento biométrico se tornar obrigatório. A estimativa do Tribunal Superior Eleitoral é que todos os eleitores brasileiros estejam identificados pela biometria em 2018.

Assessoria de Comunicação Social

0 Comentário

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;)

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Disponível em: http://tre-sp.jusbrasil.com.br/noticias/100378749/justica-eleitoral-amplia-biometria-na-capital-e-grande-sao-paulo